Melhor Fernandes

...nhé!

A charge acima foi publicada na edição de hoje da Gazeta do Povo

*

*

Digitalizei do livro Millôr no Pasquim o texto que considerei o melhor dele por muito tempo - até ler Crítica da Razão Impura ou O Primado da Ignorância.


02




Escrito por Benett às 13h41
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


FOOOOME

Em toda entrevista os cartunistas têm que responder as mesmas perguntas, o que me leva a crer que somos de fato profissionais de um ofício tão exótico quanto um taxidermista de ideias repetidas. No sensacional O Mágico, de Jacques Tati e Silvayn Chomet, parece que vi naquele hotel de entertainers decadentes uns dois cartunistas em farrapos ao lado de ventríloquos e malabaristas desempregados. Vocês viram essa animação? Bem, é uma das 10 coisas pela qual vale a pena estar vivo. A cena em que o mágico do filme entra no cinema vazio e encontra o próprio Jacques Tati é de arrancar lágrimas. Do que estava falando mesmo? Sim, das mesmas perguntas:

1- Como você começou? 2- Qual a diferença entre charge, cartum e tira em quadrinhos? 3- Como é o processo de desenhar uma charge? 4- Em quem você se inspira para criar seus desenhos? 5- E quando não tem nenhuma ideia, como é que faz? E não é só comigo. Vejo caras consagrados tendo que responder "como começou". Certa vez uma estudante de jornalismo fez essas perguntas para o Ziraldo e ele mandou ela estudar e voltar depois.

Sendo assim, como eles já vêm com as perguntas padrão, acho que vou criar respostas padrão para elas: 1- Por que escolheram justo eu? 2- Já tentou procurar no dicionário? 3- Senta, pensa e desenha. 4- Jornalistas que preguiçosos que não se esforçam muito para pesquisar um assunto antes de entrevistar alguém 5- Fica e responde as mesmas perguntas de sempre.

voltando...

Um cartum idiota mais do que autobiográfico.

02

Seria um novo personagem? Não sei, não tenho muita paciência para personagens. A palavra personagem parece que já me engessa e causa uma fadiga uma quantidade bocejos sequenciais que eu até poderia chamar de "arte". Arte sequencial de bocejos.



Escrito por Benett às 20h23
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Cotton Fields

 

Atualizo o blog direto de uma lan-house (por Deus, isso ainda existe?) do aeroporto de Brasília. Acabou a festa. Adorei capital federal. Queria ter tido mais tempo para alugar um carro e desbravar a cidade. Achei fascinante os espaços vazios, os prédios públicos imensos e esquisitos. Estou fascinado pelo Oscar Niemeyer. As obras dele são esquisitas, originais, nada funcionais, escuras, de distâncias looooongas. Para minha sorte, quando viajo para lugares quentes e abafados, levo comigo a chuva e o frio de Curitiba. Volto em breve contando mais a respeito. Aliás, no blog Salmonelas (link vocês sabem onde) tem algumas coisas sobre a viagem.

01

BSBD


02

03




Escrito por Benett às 17h00
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 
HISTÓRICO
ARQUIVO
Charges do Benett
(03/2008 a 11/2010)




Votação
Dê uma nota para meu blog

Outros sites
 Meu TWITTER
 Meu Instragram
 Amok Comics
 Cartunista Benett
 Salmonelas
 Charges da Folha
 Meu Flickr
 Facebook Benett - Fanpage